II Congresso de Direito UNISUL

Por meio do II Congresso de Direito, a Unisul, juntamente com o Grupo de Pesquisa Zeitgeist, visa ampliar os estudos e diálogos científicos, de forma a aprofundar teórico-cientificamente o campo de produção de conhecimento. Garante um espaço que congregue a disseminação de pesquisas, tendo como tema central o Direito e a Sociedade.

Contribui, ainda, para a pesquisa e produção de conhecimento, interligados à formação e exercício profissional das áreas envolvidas.

Esta edição será realizada nos dias 14, 15 e 16/9. No dia 15 contará com uma Mostra de Pesquisa, nas unidades universitárias Pedra Branca e Florianópolis (Trajano) com a finalidade de divulgar, valorizar e incentivar a pesquisa científica, assim como proporcionar espaço de debate entre os pesquisadores e a publicação das pesquisas realizadas.

Público-alvo

Alunos dos cursos de Direito do Campus Grande Florianópolis e profissionais da área.

Organização:
Alexandre Botelho, professor da Unisul

E-mail: eventos.gf@unisul.br

Maiores informações Clique Aqui

Anúncios

Reino Unido dá bolsas de pós-graduação; veja como se inscrever

Estão abertas até o dia 7 de novembro as inscrições para o programa Chevening, que concede bolsas de estudo no Reino Unido para alunos de mais de 160 países, incluindo o Brasil. Em geral, as bolsas são para programas de pós-graduação de um ano (mestrado ou MBA) em diversas universidades do Reino Unido, com início previsto em setembro de 2018.

Benefícios das bolsas de estudo

As bolsas Chevening cobrem as passagens de ida e volta para o Reino Unido, anuidade do curso escolhido, taxas administrativas da universidade e ainda incluem uma quantia mensal em dinheiro para as despesas pessoais do aluno. Também está incluído o valor de emissão do visto para o Reino Unido e um auxílio financeiro para instalação no país. Acesse o site do programa e saiba mais.

Este ano, a novidade do programa é a parceria com a Fundação Lemann, que financiará candidatos nas áreas de Educação, Saúde e Políticas Públicas. As parcerias com a Fundação Parque Tecnológico Itaipu e o escritório Pinheiro Neto Advogados continuam, financiando mestrados nas áreas de energia renovável e direito, respectivamente.

Quem pode se candidatar à Chevening

Candidatos de qualquer área de atuação, com excelente desempenho acadêmico e perfil de liderança, são foco do programa. “Buscamos futuros líderes que desejam realizar mudanças de impacto onde atuam. Estamos prontos para levar mais um grupo de brasileiros ao Reino Unido em 2018”, diz Carlos Eduardo Mesquita, responsável pelo Chevening no Brasil.

Outras características esperadas de um bolsista são:

– Ser formado há até 10 anos (é o que eles chamam de mid-career), demonstrar habilidade intelectual e ter potencial de liderança;
– Ter experiência profissional de, pelo menos, dois anos (aqui também se aplicam trabalho voluntário, estágio remunerado ou não-remunerado);
– Desejar retornar ao seu país de origem após concluir os estudos para utilizar os conhecimentos adquiridos no Reino Unido;
– Possuir um histórico profissional de excelência e conquistas, e ter potencial para se tornar um grande líder em sua área;
– Demonstrar que possui as qualidades pessoais necessárias para se beneficiar da bolsa de estudos e utilizá-la em sua carreira;
– Desejar se conectar a outros bolsistas Chevening enquanto estiver estudando no Reino Unido e também depois que retornar ao seu país de origem;
– Possuir uma ideia bastante clara de como o curso que irá fazer poderá beneficiar seu país de origem.

O processo seletivo tem apenas duas fases: na primeira, o candidato envia a documentação exigida e as cartas de recomendação. Na segunda, é convidado para uma entrevista em inglês na Embaixada Britânica ou em cidades que tenham consulado britânico. “É um processo longo e burocrático. Durou quase um ano, mas de fato é a melhor coisa que eu fiz na vida”, relembra a bolsista Olga Correia, que estudou Gestão do Esporte na Loughborough University, interior do Reino Unido. No ano passado ela concedeu uma entrevista ao Estudar Fora dando dicas do processo seletivo, confira aqui.

Sobre a Chevening

Chevening é um programa mundial de bolsas de estudo do Governo Britânico. A primeira bolsa no Brasil foi oferecida, em 1938, a Vinicius de Moraes. Em 2016, mais de 1800 pessoas se inscreveram no programa. E, sessenta e cinco mestrandos foram escolhidos para estudar em diversas universidades do Reino Unido. Essas pessoas fazem parte da rede Cheveners, uma das mais influentes e respeitadas redes globais da atualidade. Junte-se a elas!

As bolsas do programa Chevening oferecem intensa vivência internacional e oportunidades de desenvolvimento profissional, acadêmico e pessoal. Presente no Brasil há mais de 30 anos, o Chevening já beneficiou cerca de 1.500 brasileiros. São pessoas que tiveram a chance de estabelecer laços sociais, culturais, acadêmicos e comerciais com a rede de Cheveners em todo o mundo.

* Este artigo foi originalmente publicado pelo Estudar Fora, portal da Fundação Estudar

Stanford oferece 50 bolsas de estudo para pós-graduação

A universidade de Stanford lançou um programa de bolsas de estudo para seus cursos de pós-graduação – em todas as áreas. O Knight-Hennessy Scholars vai disponibilizar um total de 750 milhões de dólares em apoio financeiro – sendo o maior programa de bolsas já financiado por doações. As inscrições para a primeira turma, de 2018, vão até 27 de setembro.

O objetivo é selecionar a cada ano 100 estudantes de diversos países e formações, que demonstrem habilidades de liderança e alto desempenho. Para a primeira edição do programa, porém, serão disponibilizadas 50 vagas.

Podem se candidatar estudantes interessados em qualquer mestrado ou doutorado oferecidos pelas escolas de negócios; ciências da terra, do meio ambiente e energia; educação; engenharia; humanidades; direito e medicina – todas ranqueadas entre as melhores do mundo em suas áreas.

O que a bolsa oferece

A bolsa cobrirá todas as despesas do estudante durante seu período de estudos em Stanford – incluindo os custos de anuidade da instituição; alojamento e alimentação dentro do campus; livros e equipamentos de pesquisa e estudos; seguro saúde; despesas de viagem de ida e volta para Stanford; transporte local e um valor para despesas pessoais.

Os bolsistas serão alojados no campus de Stanford e terão acesso à recém-inaugurada Denning House – prédio da Universidade que possuirá salas de aula, salas de reunião, auditório e um espaço de jantar e convivência. Além disso, os Knight-Hennessy Scholars também terão acesso a treinamentos de liderança, mentoria com profissionais experientes em suas áreas e atividades práticas de aprendizado.

Para se candidatar

Para ser selecionado para o programa Knight-Hennessy, os estudantes devem enviar duas candidaturas separadas: uma para o programa de pós-graduação à sua escolha e outra para a bolsa. Só serão elegíveis à bolsa os candidatos que forem aprovados para a pós-graduação em Stanford.

A admissão aos cursos de pós em Stanford pode requerer outros documentos e é preciso respeitar os prazos de inscrição de cada departamento.

Já a candidatura para o Knight-Hennessy é feita online e deve ser enviada até o dia 27 de setembro. É preciso enviar histórico acadêmico, resultados de testes padronizados (como GMAT, GRE e LSAT, além do exame de proficiência em inglês TOEFL), currículo, duas cartas de recomendação, dois essays e um pequeno vídeo introdutório.

Cem finalistas serão convidados a participar de um fim de semana de imersão em Stanford, em janeiro de 2018. Lá, além de ter acesso a networking e treinamentos, os 50 contemplados serão selecionados.

O comitê de admissão vai considerar três critérios básicos na avaliação das candidaturas: pensamento crítico e independente, liderança com propósito e mindset cívico. Segundo o site oficial, “não há um estudante típico de Stanford, assim como não há um candidato ideal para o Knight-Hennessy”.

O que é o programa

O nome do programa é uma homenagem a Philip H. Knight, ex-aluno de Stanford e co-fundador da Nike – que doou US$ 400 milhões para a iniciativa – e John L. Henessy, presidente de Stanford que vai encerrar em setembro seu mandato de 16 anos.

Essa doação de Knight foi a maior já recebida pela universidade de um só indivíduo, e possibilitou a criação do maior programa de bolsas de estudo financiado inteiramente por doações. O Knight-Hennessy também recebeu doações “menores”, de US$ 100 milhões e US$ 50 milhões, do investidor do Vale do Silício Robert King e sua esposa Dorothy e de Steven Denning e sua esposa Roberta.

* Este artigo foi originalmente publicado por Estudar Fora, portal da Fundação Estudar

Sociological Initiatives Foundation: Oportunidade de financiamento internacional de pesquisa

 

A Fundação das Iniciativas Sociológicas (Sociological Initiatives Foundation – SIF)  é dedicada à crença de que a pesquisa e a ação são intrinsecamente inseparáveis. Deste modo, estão abertas oportunidades para propostas de conceitos para projetos que vinculam um projeto de pesquisa explícito a uma estratégia concreta de ação social. Os projetos também devem ter metas claras de mudança social.

A Fundação das Iniciativas Sociológicas financiou projetos nas áreas de participação cívica, organização comunitária, crime e direito, educação, saúde, habitação, imigração, organização do trabalho e linguagem / alfabetização.

Alguns exemplos de propostas desejadas são:

a) Parcerias entre universidades e comunidades
b) Advocacia ou grupos comunitários que conduzem pesquisas que podem suportar desafios nas áreas acadêmicas e políticas
c) Acadêmicos que organizam ou se vinculam a um círculo eleitoral através de suas pesquisas

Um número limitado de candidatos a conceito será convidado a apresentar propostas completas no outono de 2017.

Os candidatos escolhidos para financiamento receberão 60% dos fundos imediatamente em janeiro de 2018. Eles receberão os 40% restantes após 11 meses dependendo da apresentação de evidências de que os marcos de 11 meses do projeto foram atendidos.

Nossa análise de receptores de concessões anteriores mostrou que os projetos geralmente demoram dois anos, então os candidatos devem pensar em termos de uma linha de tempo. A Fundação também rastreará projetos e poderá optar por convidar selecionados destinatários de subsídios para solicitar uma segunda rodada de financiamento para aprimorar um projeto que mostre realizações significativas nos dois anos anteriores.

Data limite para submissão das propostas:  15 de agosto de 2017

Estimativa de financiamento: US$ 10.000 a US$ 20.000 dólares

Maiores informações Clique Aqui

Fonte: http://www.sifoundation.org/guidelines/

Harry Frank Guggenheim Foundation – Research Grants

Fundação Harry Frank Guggenheim foi criada para apoiar a pesquisa sobre violência, agressão e dominância. A fundação coloca uma prioridade no estudo de problemas urgentes de violência e agressão no mundo moderno e também incentiva projetos de pesquisa relacionados em neurociência, genética, comportamento animal, ciências sociais, história, criminologia e humanidades que iluminam problemas humanos modernos.

A fundação acolhe propostas de qualquer das ciências naturais e sociais e as humanidades que prometem aumentar a compreensão das causas, manifestações e controle de violência e agressão. A maior prioridade é dada à pesquisa que pode aumentar a compreensão e a melhoria de problemas urgentes de violência e agressão no mundo moderno.

As questões que interessam a base dizem respeito a violência e agressão em relação à mudança social, conflitos entre grupos, guerra, terrorismo, crime e relações familiares, entre outros assuntos. Pesquisas sem relevância para a compreensão dos problemas humanos não serão apoiadas, nem propostas para investigar problemas sociais urgentes, onde a base não pode ser assegurada que pesquisas úteis e sólidas possam ser feitas. Também será dada prioridade a áreas e metodologias que não recebam atenção adequada e apoio de outras fontes de financiamento.

A Subvenção de Pesquisa

A maioria dos prêmios atinge a faixa de US $ 15.000 a US $ 40.000 por ano por períodos de um ou dois anos. As aplicações para maiores quantidades e durações mais longas devem ser muito justificadas. A fundação concede bolsas de pesquisa para indivíduos (ou alguns investigadores principais no máximo) para projetos individuais e não concede bolsas para instituições para programas institucionais. Os indivíduos que recebem subsídios de pesquisa podem estar sujeitos a tributação sobre os fundos concedidos.

Cronograma

Novos pedidos devem ser enviados até 1º de agosto para uma decisão em dezembro. As decisões finais são tomadas pelo Conselho de Administração em sua reunião de dezembro. Os candidatos serão informados prontamente por email, bem como por carta da decisão do Conselho. As subvenções normalmente começam em 1 de janeiro, mas as datas de início podem ser solicitadas se a natureza da pesquisa for apropriada.

Educação e Cidadania

Os candidatos a uma bolsa de pesquisa podem ser cidadãos de qualquer país. Embora quase todos os receptores da nossa bolsa de pesquisa possuam um Ph.D., M.D., ou grau equivalente, não há requisitos de diploma formal para a concessão. A concessão, no entanto, não pode ser utilizada para apoiar a pesquisa realizada como parte dos requisitos para um diploma de pós-graduação. Os candidatos não precisam ser afiliados a uma instituição de ensino superior, embora a maioria seja professores universitários ou universitários.

Aplicação

Os aplicativos são enviados on-line. O aplicativo online estará disponível a partir de 1º de agosto. Os candidatos primeiro criarão uma conta de login e poderão acessar diretrizes detalhadas e o aplicativo on-line. Os candidatos também podem visualizar apenas as diretrizes, sem fazer login e sem iniciar uma aplicação, através do segundo link abaixo.

Inscrições:
até 01 de agosto de 2017.

Mais informações no site.

John Templeton Foundation – Grants 2017

The John Templeton Foundation serves as a philanthropic catalyst for discoveries relating to the deepest and most perplexing questions facing humankind. It supports research on subjects ranging from complexity, evolution, and emergence to creativity, forgiveness, and free will. The Foundation offers Grants in support of research and public engagement in its major Funding Areas. It invests in bold ideas from contrarian thinkers – ideas that cross disciplinary boundaries and challenge conventional assumptions. And it funds innovative programs that engage the public with these ideas, in an effort to open minds, deepen understanding, and inspire curiosity.

Inscrições:
até 31 de agosto de 2017.

Mais informações no site.

 

FAO/ONU lança concurso de relatos e fotografias sobre mulheres rurais na América Latina e no Caribe

Até 31 de Julho estão abertas as inscrições para o concurso de relatos e fotografias sobre as experiências de vida de mulheres rurais e suas organizações na América Latina e Caribe, promovido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, FAO. O regulamento está disponível aqui.

O objetivo do concurso é fortalecer o papel fundamental das mulheres rurais no marco dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o desenvolvimento rural e a erradicação da fome e da pobreza.

As ganhadoras das duas categorias do concurso vão receber passagens e estadia para participarem da II Conferência Regional de Mulheres Rurais na América Latina e Caribe, que será realizada em setembro em Assunção no Paraguai.

O concurso busca visibilizar as diversas realidades das mulheres rurais na região, os desafios que enfrentam diariamente, suas fortaleças, conquistas e capacidades, dando a conhecer historias valiosas por meio de suas próprias palavras e imagens.

“As mulheres fazem aportes diários que são fundamentais para a segurança alimentar, a produção de alimentos, a preservação da biodiversidade e o desenvolvimento das áreas rurais. Além disso tem valiosas experiências de vida: isso é o que queremos que se conheça mediante esse concurso”, disse Claudia Brito, oficial de Gênero da FAO.

Duas categorias: relatos de vida e experiências de organizações

O concurso conta com duas categorias:

a. Relatos de vida: os relatos devem dar testemunho de experiências de mulheres que vivem e trabalham em áreas rurais. As histórias podem ser apresentadas escritas ou por meio de imagens (fotografias ou ilustrações).

Podem participar mulheres rurais de toda a região. Extencionistas e profissionais que prestem assistência técnica no setor rural podem ajudar na elaboração do relato em formato escrito ou visual.

b. Experiências de organizações: as histórias dessa categoria devem estar centralizadas no trabalho de organizações que dão conta da luta pela igualdade e direito das mulheres rurais aos recursos naturais, a saúde, a educação, o trabalho, entre outros. Os relatos devem pôr o valor coletivo e a importâncias do trabalho em associação, assim como visibilizar as conquistas e os desafios das organizações na redução da brecha de gênero.

As histórias dessa categoria devem ser apresentadas por escrito e podem ser acompanhadas (opcional) por imagens que as ilustrem (fotografias e/o ilustrações). Podem participar organizações mistas que contem com mulheres rurais.

Envio de materiais

Para participar em qualquer uma das categorias do concurso, os interessados devem completar o formulário disponível nas bases do concurso e enviar junto com as histórias e/o imagens para o e-mail mujeres-rurales@fao.org, indicando a categoria que deseja concorrer.

Não existe limite para o envio de materiais por pessoa ou organização. Os materiais podem ser encaminhados até o dia 31 de julho.

Campanha #MulheresRurais, mulheres com direitos

Esse concurso faz parte da campanha regional de comunicação #MulheresRurais, mulheres com direitos, promovida pela FAO em toda a região.

Como acontece com a campanha, o concurso se desenvolve em conjunto com a Reunião Especializadas sobre Agricultura Familiar do Mercosul (REAF), a Secretaria Especial da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário do Brasil (SEAD) e a Unidade para a Mudança Rural da Argentina (UCAR, na sigla em espanhol). O projeto de fortalecimento do setor algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul, do Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO apoia o concurso na premiação das vencedoras. Concursos nacionais também serão lançados no Brasil e na Argentina.

Fonte: https://nacoesunidas.org/fao-lanca-concurso-de-relatos-e-fotografias-sobre-mulheres-rurais-na-america-latina-e-no-caribe/

Aliança pelo fortalecimento do movimento feminista lança edital de projetos para mulheres

Em uma grande aliança em defesa dos direitos das mulheres, British Council, ONU Mulheres, Open Society Foundations e Fundo ELAS lançaram no dia 25 de julho o edital Building Movements – Feminismos Contemporâneos, que vai apoiar projetos de grupos de mulheres de todo o Brasil com enfoque na mobilização de mulheres para a defesa de seus direitos, formação política e ação feminista coletiva.

Serão selecionados projetos de todo o país que fortaleçam a luta por igualdade de gênero por meio de ações feministas coletivas que promovam diálogos intergeracionais e intermovimentos e a troca de experiências entre países da região da América Latina bem como com o Reino Unido.

Poderão concorrer ao edital grupos formais e informais de mulheres, e também redes de ativistas ou de organizações de mulheres, todas que se dediquem democraticamente à promoção e a defesa dos direitos das mulheres e/ou aos direitos humanos com experiência de pelo menos um ano de atuação.

A iniciativa Building Movements – Feminismos Contemporâneos é fruto dessa aliança inédita que tem o objetivo de fortalecer o movimento de mulheres e contribuir para o avanço da democracia e dos direitos no Brasil.
A primeira atividade da iniciativa foi o “Diálogo Mulheres em Movimento: Direitos e Novos Rumos”, um encontro de mulheres de todo o Brasil e outros países da América Latina para discutir o contexto da luta por direitos das mulheres e traçar estratégias conjuntas para a agenda do movimento de mulheres. O Diálogo aconteceu de 25 a 28 de janeiro no Rio de Janeiro e contou com a participação de organizações de mulheres negras, indígenas, LGBT, jovens, trabalhadoras domésticas, estudantes, secundaristas, blogueiras, ativistas que foram às ruas na Primavera Feminista, ativistas das mídias sociais, lideranças comunitárias e, ainda, de especialistas e convidad@s estratégic@s das áreas de comunicação, mobilidade, acadêmic@s, intelectuais e artistas. Os debates estão disponíveis online: https://goo.gl/R6GQNN

Seguindo as estratégias apontadas pelas ativistas nesse Diálogo, os parceiros lançam esse edital visando fortalecer institucionalmente grupos e organizações de mulheres, por meio do apoio financeiro, de capacitação e de acompanhamento de seus projetos.

Inscrições abertas até 25 de agosto de 2017. Baixe o edital e o formulário de inscrição: http://fundosocialelas.org/feminismoscontemporaneos/

Sobre o Fundo ELAS – O Fundo ELAS é o único fundo independente voltado exclusivamente para a promoção de direitos de mulheres no Brasil. Desde 2000, o ELAS apoiou mais de 370 grupos de mulheres jovens e adultas em todas as regiões do Brasil, através de 21 concursos de projetos. Nossa missão é promover e fortalecer o protagonismo, a liderança e os direitos das mulheres, mobilizando e investindo recursos em iniciativas. Para saber mais sobre o Fundo ELAS, acesse http://www.fundosocialelas.org.

Sobre o British Council – O British Council é a organização internacional sem fins lucrativos do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. A organização está presente em mais de 100 países e trabalha com parceiros como os governos em diversas instâncias, organizações não-governamentais e iniciativa privada, em ações relacionadas à promoção da língua inglesa, cultura, artes, educação e programas sociais. Saiba mais em http://www.britishcouncil.org.br

Sobre a ONU Mulheres – Criada em 2010, pela fusão de quatro organizações da ONU com um sólido histórico de experiência em pesquisa, programas e ativismo, a ONU Mulheres é a liderança global em prol das mulheres e meninas. A sua criação, fruto do esforço conjunto dos Estadosmembros e de ativistas dos direitos das mulheres, foi aplaudida no mundo todo e proporciona a oportunidade histórica de um rápido progresso para as mulheres e as sociedades. A ONU Mulheres trabalha com as premissas fundamentais de que as mulheres e meninas ao redor do mundo têm o direito a uma vida livre de discriminação, violência e pobreza, e de que a igualdade de gênero é um requisito central para se alcançar o desenvolvimento. Para isso, enfoca sua estratégia em cinco áreas prioritárias: (1) Aumentar a liderança e a participação das mulheres; (2) Eliminar a violência contra as mulheres e meninas; (3) Engajar as mulheres em todos os aspectos dos processos de paz e segurança; (4) Aprimorar o empoderamento econômico das mulheres; (5) Colocar a igualdade de gênero no centro do planejamento e dos orçamentos de desenvolvimento nacional.

Sobre a Open Society Foundations – Fundada por George Soros em 1979, a Open Society Foundations trabalha para construir sociedades abertas, com governos responsáveis e tolerantes, mecanismos políticos trans-parentes, flexíveis e abertos à participação popular. A OSF financia pesquisas e programas ao redor do mundo pela promoção dos direitos humanos e combate à corrupção.

Baixe aqui: edital | formulário

 

Mais informações
(21) 2286.1046
comunicacao@fundosocialelas.org
http://www.facebook.com/fundosocialelas
http://www.youtube.com/user/fundoElas

Oportunidade de Bolsa de estudos para mestrado em Direito na Inglaterra

A BPP University, instituição inglesa com taxa de empregabilidade de 96% e com 0% de reprovação de visto para brasileiros, abriu o processo seletivo para concessão de três bolsas de mestrado e uma em MBA. As bolsas cobrem 50% do valor total do programa e todas são para cursos iniciados em setembro de 2017.

As inscrições para as bolsas de estudo ofertadas pela BPP University vão ate 15 de julho e serão distribuídas da seguinte forma: uma vaga em LLM (Latin Legum Magister), conhecido como mestrado em direito, outra para marketing, outra para mestrado em gestão e a quarta bolsa para MBA em negócios.
Na bolsa de mestrado em direito da BPP University o estudante aprovado poderá escolher por uma das oito linhas de estudos: LLM (Commercial Law), LLM (International and Comparative Tax Law), LLM (Financial Regulation and Compliance), LLM (Trans-national Criminal Justice) LLM (International Business Law), LLM (Chinese Investment and Business Law), LLM (Comparative Commercial Law), LLM (Islamic Finance and Business Law).
A mesma diversidade se aplica à bolsa de mestrado em gerenciamento. Na seleção o estudante poderá optar por direcionar o seu curso para gestão, gestão com projetos ou gestão com finanças.
Inscrição
Para fazer parte do processo seletivo o interessado tem que enviar um e-mail para http://www.braziladmissions@bpp.com com o currículo atualizado e em inglês, o Personal Statement (uma espécie de carta de motivação em que o estudante descreve os motivos pelos quais deveria ser admitido na universidade), uma carta de referência (do empregador ou professor), histórico da graduação e o diploma da graduação com tradução juramentada.
O interessado deve ainda comprovar nível de inglês necessário através do teste IELTS, aplicado pelo Departamento de Vistos e Imigração do Reino Unido (UKVI, sigla em inglês), ou realizar a prova interna através da BPP University. No segundo caso é necessário solicitar o teste quando fizer o envio da documentação para inscrição.
O resultado das bolsas será divulgado em 20 de julho pelo site da BPP University no Brasil: www.bppuniversity.com.br.
Fonte: https://juristas.com.br

Prêmio Instituto do Conhecimento Abreu Advogados 2017

O Instituto do Conhecimento Abreu Advogados promove a 3ª edição do Prémio IAB, com os objectivos de estimular e gratificar a realização de trabalhos de investigação jurídica com dimensão e qualidade reconhecida, nos vários domínios do Direito, e difundir o conhecimento inscrito nesses trabalhos pelos agentes e profissionais do meio académico e jurídico.

O Prémio IAB 2017 vigora para as dissertações de doutoramento e de mestrado aprovadas em júri universitário nos anos de 2015 e 2016.

Premio_IAB_2017

O Júri do Prémio IAB 2017 é composto por personalidades de reconhecido mérito, académico e profissional: Diogo Freitas do Amaral (Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e da Universidade Nova), Jorge Sinde Monteiro (Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra), Benjamim Silva Rodrigues (Juiz Conselheiro Jubilado do Tribunal Constitucional e do STA), Urbano Lopes Dias (Juiz Conselheiro Jubilado do STJ), Luís Fábrica (Professor da Faculdade de Direito da Universidade Católica e Consultor da Abreu Advogados), Paulo de Tarso Domingues (Professor da Faculdade de Direito da Universidade do Porto e Sócio da Abreu Advogados) e Paulo Teixeira Pinto (Consultor da Abreu Advogados).

Os trabalhos premiados inéditos serão publicados na Colecção Monografias ou na Colecção Estudos, editadas pela Edições Almedina em conjunto com o Instituto do Conhecimento Abreu Advogados.

Para participar consulte o regulamento e/ou contacte institutoab@abreuadvogados.com.

CATEGORIAS E PRÉMIOS
Doutoramento | 6.000€
Mestrado | 2.000€

CANDIDATURAS E ATRIBUIÇÃO DOS PRÉMIOS
ATÉ 30 DE JUNHO DE 2017
Entrega das candidaturas

ATÉ 30 DE NOVEMBRO DE 2017
Deliberação de atribuição dos Prémios

DEZEMBRO DE 2017
Cerimónia pública de entrega dos Prémios

Para ter acesso ao regulamento completo clique aqui

Fonte: http://www.abreuadvogados.com/oqf_inst_conhecimento_premio.php